Historicamente propulsor da economia, o setor da construção está otimista com as perspectivas para 2019. Segundo a Sondagem da Indústria da Construção da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o setor espera uma retomada de investimentos para alavancar o ritmo de atividade da construção.

Um dos fatores para a confiança dos empresários é a expectativa com a aprovação de medidas estruturais que vão estimular a atividade econômica, a partir da agenda do novo governo federal.

BBHotel - Boulevard Business

De fato, pesquisas recentes indicam que a confiança na economia brasileira melhorou com a posse do presidente Bolsonaro. O Bank of America, por exemplo, apurou que 85% dos investidores internacionais ouvidos pela instituição apostam na retomada de investimentos no Brasil.

Um dos principais termômetros do setor, o Conselho Superior da Indústria da Construção da FIESP (Consic) também prevê um crescimento positivo para este ano. “Estamos bastante otimistas. Nós já passamos a parte de baixo da parábola e estamos na ascendência, agora é mais fácil”, avalia José Carlos Oliveira Lima, presidente do Consic.

Segundo avaliação do Conselho, alguns setores como o de pré-fabricados de concreto e de aço já estão com superávit. Além disso, o mercado registrou novos lançamentos, o que indica o aquecimento do setor e, consequentemente, o poder de trabalho do setor com a geração de emprego. “O desenvolvimento urbano é fundamental para o setor, com ele a indústria cresce e a economia gira”, avalia Oliveira Lima.

BBHotel - Boulevard Business

A confiança do setor pode ser traduzida em números. Segundo pesquisa realizada pelo Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP (Sindicato da Habitação) no acumulado de janeiro a novembro de 2018, foram vendidas 24.725 unidades na Capital paulista, um aumento de 32,5% em comparação ao mesmo período de 2017, quando as vendas totalizaram 18.660 unidades.

A pesquisa também identificou a retomada de lançamentos na cidade de São Paulo, com um total de 25.042 imóveis lançados no período de janeiro a novembro de 2018, que representaram crescimento de 15,8% em relação ao ano anterior (21.629 unidades). Para 2019, a expectativa do Secovi é de um ano bastante positivo, com os empreendedores retomando os investimentos em novos produtos adequados aos diferentes públicos e regiões.

Um exemplo é o Boulevard Business Hotel, Convention Center & Housing Flats, em construção em Holambra. Lançado em setembro de 2018, o empreendimento vem atraindo o interesse dos compradores por ser um projeto diferenciado para a região. “Identificamos, a partir de um estudo de viabilidade, a carência da cidade em leitos de hotéis. Por isso, o projeto foi desenvolvido para atender quem visita a cidade a negócios ou lazer, além de ser uma opção diferenciada para quem quer morar com toda a comodidade dos serviços de um hotel”, afirma Roberto Petrini, Diretor da incorporadora do empreendimento.